Sono do bebê: Colchão macio demais causa 70% das mortes por sufocamento

Segurança do ambiente em que pequenos dormem pode evitar morte súbita

A segurança do bebê durante o sono é fundamental para evitar acidentes e até mortes. A Associação Americana de Pediatria organizou o registro de casos de morte súbita infantil entre 2011 e 2014 e descobriu que 14% deles foram por sufocamento, que aconteceu principalmente enquanto a criança estava dormindo e desassistida.

As mortes por sufocamento foram causadas, em sua maioria, por os bebês estarem deitados em cama muito macia (69%). Objetos cobrindo as vias aéreas do bebê foram a causa de 19% das mortes, enquanto 12% foram causadas por queda da cabeça do bebê em algum vão, como aquele entre o colchão e a parede. Para essas três causas, a média de idade dos bebês foi de 3, 2 e 6 meses, respectivamente.

As mortes por colchão macio ocorreram mais frequentemente em cama de adulto (49%), na posição de bruços (82%) e com cobertor (ou cobertores) obstruindo a via aérea (34%). As mortes por cobertura ocorreram mais frequentemente em cama de adulto (71%), e as crianças foram sobrepostas pela mãe em quase metade das vezes (47%).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Colocando para dormir com segurança

A ONG Criança Segura lançou uma campanha de prevenção de acidentes com foco na hora de dormir e deu dicas para evitar que eles ocorram.