PUBLICIDADE

Tire 16 dúvidas sobre o câncer de laringe

Conheça sintomas, causas e possibilidades de tratamento deste tipo de câncer

O Minha Vida convidou o médico José Magrin, cirurgião de câncer de Cabeça e Pescoço do Hospital A.C. Camargo, em São Paulo, para esclarecer as dúvidas sobre o câncer na laringe. Ele falou sobre os sintomas da doença, o tratamento mais indicado e pontuou alguns alertas sobre a prevenção.

Sandra Marques: Quais são os principais sintomas do câncer de laringe?
Dr. José Magrin: O principal sintoma é a rouquidão (que chamamos disfagia). O paciente também pode ter um caroço no pescoço e dor no ouvido.

Carolina Serpejante: Como saber a diferença entre uma rouquidão comum e a do câncer?
Dr. José Magrin: A suspeita de câncer de laringe existe quando a rouquidão não cessa com tratamentos convencionais no período de um mês.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)


Sandra Marques: A rouquidão e a dor no ouvido são constantes ou esporádicas?
Dr. José Magrin: São constantes. A rouquidão vem com dificuldades em emitir a voz, que vai se acentuando, sem melhoras. A dor de ouvido é reflexo do câncer e incomoda sempre. Sandra Marques: Quais são as principais causas? Dr. José Magrin: Álcool e tabagismo. Indivíduos que trabalham em indústrias químicas de derivados do petróleo também costumam sofrer com este câncer. Existe, ainda, o fator genético - existem pessoas que não fumam, não bebem e têm câncer de laringe.

Sandra Marques: Quais são as principais causas?
Dr. José Magrin: Álcool e tabagismo. Indivíduos que trabalham em indústrias químicas de derivados do petróleo também costumam sofrer com este câncer. Existe, ainda, o fator genético - existem pessoas que não fumam, não bebem e têm câncer de laringe.

cancer de laringe - getty images
cancer de laringe - getty images

Laura Tavares: O hábito de fumar é a principal causa do câncer laringe?
Dr. José Magrin: Sim, é a principal causa, junto ao álcool.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fernando Menezes: Como o consumo de bebida alcoólica aumenta as chances de câncer de laringe?
Dr. José Magrin: Acreditamos que isso aconteça porque o álcool irrita a mucosa da laringe.

Letícia Almeida: É possível perder a voz por causa desse câncer? Se a resposta for positiva, o que pode ser feito?
Dr. José Magrin: Sim, é possível. Se o tumor estiver localizado nas pregas vocais e não for tratado em tempo, o indivíduo perde totalmente a voz. Se for uma lesão inicial, pode ser tratado com cirurgia e conserva-se a voz, com auxílio do fonoaudiólogo.

Letícia Almeida Gonçalves: E se e o câncer afetar apenas uma das pregas vocais? Sei de pessoas com esse problema que fizeram aplicação de ácido hialurônico, aí no A. C. Camargo, e hoje conseguem falar quase que normalmente. Esse efeito é temporário? A voz poderá falhar novamente um dia?
Dr. José Magrin: O ácido hialurônico é injetado para empurrar a prega vocal mais para o centro, para que ela possa encostar na outra prega vocal, melhorando a qualidade da voz. Quando falamos, as duas pregas vocais se movem, uma em direção à outra. Quando ela fecha direitinho, temos a voz normal. Se existe um obstáculo entre elas, elas não se fecham e surge a rouquidão. O ácido hialurônico é aplicado uma vez só. Brenda Costa: Vivo com a garganta fechada, de não conseguir respirar pela boca nem pelo nariz. Isso é acompanhado de tosse sem secreção. Quais as chances de eu ter câncer na laringe? Dr. José Magrin: Muito dificilmente. Mas você precisa consultar um otorrinolaringologista, que irá examinar sua faringe e laringe, descobrindo a causa. Esses sintomas podem ser um resultado de um processo alérgico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

cancer de laringe - getty images
cancer de laringe - getty images

Tereza Amalia Andrade Pinheiro: Quando uma pessoa que bebe demais e já fumou está com dificuldade em falar (quase que a voz não sai, sai rouca), pode ser câncer ou apenas estresse?
Dr. José Magrin: Pode ser uma lesão benigna ou maligna. O ideal é procurar com um médico.

Areia Morena: Quando criança, passei por três operações de polipum (não sei se assim se chama em português). Depois voltou de uma maneira bem agressiva, tiveram que retirar a minha orelha e rasparam a minha cabeça porque se tornou um câncer. Perdi a audição. Então eles colocaram um implantato e posso ouvir algo, mas não mais normalmente. Me disseram que foi um câncer. Até osso da minha cabeca tiveram que raspar. Agora em fevereiro, eles vão operar meu ouvido outra vez para tirar o implantato. Eu gostaria de saber se esse câncer poderá voltar. Qual é o risco de que volte? Por que vão tirar o implantato? Sempre será assim, terei que repetir várias vezes esse terror? O tumor estava vazando uma secreção negra e muito fedida. Também cortaram o nervo de sentir sabor da minha garganta, eu sinto um sabor de ferrugem constantemente na boca. Em fevereiro, faço a minha oitava operação no ouvido.
Dr. José Magrin: Se for um câncer, você tem que ser acompanhada pelo resto da vida, pois existe a chance de 20% a 30% de o câncer voltar em outro lugar. Seu problema pode ser efeito de um câncer ou de um processo inflamatório.


Vinicius Cavalcante Donato: Como é o tratamento do câncer de laringe? É possível a cura total?
Dr. José Magrin: Pode ser tratado com cirurgia e radioterapia, quando as lesões são iniciais. As chances de cura são as mesmas, mas depende de quem estiver tratando. Nas lesões mais avançadas, o tratamento inclui a cirurgia, seguida da radioterapia pós-operatória. Se é um tumor avançado que está destruindo a cartilagem da laringe, as chances de cura dependem da realização de cirurgia, só quimioterapia e radioterapia não resolvem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Luanda Menina: Chimarrão ou outras bebidas muito quentes podem causar câncer de laringe?
Dr. José Magrin: Existe um trabalho científico publicado acerca disso. O chimarrão é uma bebida forte, ingerida quente. Ele pode causar mais câncer de esôfago do que câncer de laringe. Existe a chance de que o câncer na laringe ocorra, embora seja mínima.

Ingrid Araújo: Em que faixa etária os riscos de câncer de laringe são maiores?
Dr. José Magrin: Acima dos 45 anos, mas existem casos de pessoas mais novas. Já cuidei de um garoto com 15 anos que tinha câncer de laringe.

Minha Vida: É verdade que homens sofrem mais da doença?
Dr. José Magrin: A incidência é maior no sexo masculino. Mas, pelas mudanças de hábito das mulheres, que têm consumido cada vez mais álcool e cigarro, a incidência nelas tem crescido também.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)


Minha Vida: Câncer de laringe tem cura?
Dr. José Magrin: Tem. Quando as lesões são detectadas em estado inicial, as chances são de 90%. Em casos avançados, a possibilidade de cura cai pra 40%.