PUBLICIDADE

Desmaio (síncope): quais são as causas e o que fazer

Visão Geral

O que é Desmaio?

O desmaio (ou síncope, CID 10 - R55) é o resultado da perda de consciência por um curto período de tempo. Um desmaio, geralmente, dura de alguns segundos a alguns minutos e faz com que a pessoa caia, devido à falha dos sentidos e do tônus postural que sustenta o corpo.

Em alguns casos, antes do desmaio, a pessoa pode apresentar sensações como vertigem, tontura, fraqueza e náuseas.

Uma recuperação completa, geralmente, leva apenas alguns minutos após o desmaio. Se não houver nenhuma condição médica subjacente, o tratamento deste quadro não é necessariamente obrigatório.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na maioria das vezes, os desmaios não indicam doenças graves. Mas, em algumas situações, ele pode ser um sintoma de um problema de saúde sério. De qualquer forma, os desmaios devem ser motivo para ir a uma consulta médica, principalmente se acontecem episódios recorrentes (mais de uma vez por mês).

Tipos

Existem quatro tipos principais de síncope (desmaio), que variam conforme suas principais causas, a saber:

Síncope cardíaca

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Síncope vasovagal (ou síncope neuromediada, síncope neurocardiogênica)

Síncope por hipotensão ortostática

Síncope cérebro-vascular

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Causas

Nem sempre a causa de uma síncope é clara. No entanto, o episódio pode ser desencadeado por uma série de fatores, incluindo:

Medicamentos que baixam a pressão

Medicamentos que reduzem a pressão arterial também podem causar desmaios, principalmente se você passa muito tempo em pé ou faz esforços físicos. Esses remédios, geralmente, são aqueles usados para tratar a pressão alta, alergias, depressão e ansiedade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Compressão de vaso sanguíneo

Se você tem a sensação de desmaio ou sofre um desmaio quando vira a cabeça para o lado, pode ser que os ossos do seu pescoço estejam comprimindo um vaso sanguíneo.

Desmaios na gravidez

As mudanças hormonais no início da gravidez, por vezes, podem causar desmaios. Em casos raros, um desmaio também pode ser sintoma de tumores cerebrais – principalmente se acompanhado de outros sintomas neurológicos, como convulsão.

Câncer e tumores cerebrais

Em casos raros, um desmaio também pode ser sintoma de tumores cerebrais – principalmente se acompanhado de outros sintomas neurológicos, como convulsão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fatores de risco

Você está em um maior risco de ter um desmaio (síncope) se tiver alguma dessas condições:

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Se você sofreu uma síncope (desmaio), peça para alguém que testemunhou o episódio algumas informações que você talvez não se lembre. Se possível, leve essa pessoa ao hospital com você.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para pessoas que já desmaiaram, alguns sintomas e características são motivo de preocupação, como:

Embora a maioria das causas de desmaios não seja grave, é necessária a avaliação de um médico. As pessoas que desmaiaram devem buscar ajuda de um especialista o mais breve possível, especialmente se há qualquer sinal de alerta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para os casos de gravidez, diabetes ou histórico prévio de doença cardiovascular, o atendimento deve ser de emergência.

Especialistas que podem diagnosticar as causas de síncope (desmaio) são clínico geral, cardiologista e neurologista.

Exames

Durante a consulta, o médico ou médica irá verificar os batimentos cardíacos, as funções do pulmão e sistema nervoso. A pressão arterial pode ser medida com o paciente em diversas posições, como deitado, sentado e em pé.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento e Cuidados

Primeiros socorros

Se você sentir fraqueza

Se alguém desmaiar

Vire a pessoa para cima, com as costas no chão e cabeça de lado, para facilitar a respiração. Se ela está respirando, restaure o fluxo de sangue para o cérebro elevando as pernas da pessoa acima do nível do coração (30 centímetros).

Solte cintos, colares ou qualquer acessório que possa apertá-la. Se a pessoa não recuperar a consciência dentro de um minuto, ligue para um número de emergência.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Se a pessoa está ferida, tente controlar qualquer sangramento com pressão direta (como com pano limpo ou peça de roupa). Se há hematoma na cabeça ou tem alguma chance dela ter fraturado um osso, evite tocá-la. Em ambos os casos, faça contato com um serviço de emergência.

O que não fazer caso alguém desmaiar

Tratamento de Desmaio

Uma síncope (desmaio) pode ter diversas causas, de modo que o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico.

Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o tratamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração.

Complicações possíveis

As síncopes podem revelar outros problemas de saúde do paciente, bem como levar a consequências devido à queda pela perda de consciência. Alguns exemplos de complicações relacionadas ao desmaio são:

Prevenção

Prevenção

Atitudes diárias para evitar uma síncope

Referências

Ministério da Saúde

Dra. Silvia Calichman, clínico geral e gastroenterologista - CRM 134021/SP