PUBLICIDADE

Síndrome das pernas inquietas: sintomas e tratamentos

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Visão Geral

O que é Síndrome das pernas inquietas?

A chamada “Síndrome das pernas inquietas'' é uma condição que faz com que o indivíduo tenha uma vontade incontrolável de mexer as pernas, movendo-as de forma involuntária. Normalmente, esse movimento ocorre quando a pessoa está dormindo, o que pode interferir na qualidade do sono.

Causas

Não se sabe ao certo qual é a causa da síndrome das pernas inquietas. De acordo com especialistas, a suspeita é que a condição esteja relacionada com algum desequilíbrio da dopamina no cérebro, responsável por enviar mensagens que controlam os movimentos musculares do corpo.

Sintomas

Sintomas de Síndrome das pernas inquietas

O principal sintoma da síndrome das pernas inquietas é a vontade de manter tais membros em movimento constante. Porém, há alguns sinais que podem alertar para o desenvolvimento da condição:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além dessas características, pessoas com a síndrome das pernas inquietas também costumam relatar sensações estranhas nas pernas, pés, laterais do corpo e até mesmo nos braços. Esses sintomas costumam aparecer em forma de :

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Visão Geral

Fatores de risco

Normalmente, a síndrome é identificada em pacientes com um certo tipo de perfil clínico. Dessa forma, é importante entender quais são os fatores de riscos que podem favorecer o surgimento da condição:

Além disso, a Síndrome das Pernas Inquietas também surge devido às seguintes condições:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico e Exames

Diagnóstico de Síndrome das pernas inquietas

De acordo Gesika Amorim, médica especialista em neurodesenvolvimento, o diagnóstico é feito com a solicitação de exames físicos e neurológicos, além da avaliação clínica de cada quadro.

Entre os principais exames que podem ser solicitados, estão:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caso o paciente também apresente sintomas de movimentos periódicos das pernas ao dormir, ele poderá ser encaminhado a um especialista em medicina do sono, que irá conduzir um exame de polissonografia. Nele, o paciente é monitorado durante a noite por um aparelho que mede atividade cerebral, batimentos cardíacos, respiração, atividade muscular e movimentos dos olhos.

Segundo o Grupo Internacional de Estudos da Síndrome das Pernas Inquietas, os seguintes critérios devem ser seguidos para o diagnóstico da condição:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na consulta médica

Qual médico procurar para o diagnóstico da síndrome?

Especialistas que podem diagnosticar uma síndrome das pernas inquietas são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Síndrome das pernas inquietas

Normalmente, a síndrome das pernas inquietas é resolvida com o tratamento da doença subjacente que está causando o problema, como a anemia ou a neuropatia. Entretanto, caso não haja nenhuma condição associada ao quadro, existem tratamentos focados em mudanças de hábitos ou medicamentos.

Técnicas de relaxamento para a síndrome das pernas inquietas

Algumas técnicas podem amenizar ou mesmo solucionar os sintomas da síndrome das pernas inquietas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Exercícios regulares e moderados que envolvam alongamentos, feitos sob orientação de um educador físico, também podem melhorar os sintomas. Além disso, pode ser aconselhado por um médico que haja redução no consumo de cafeína.

Medicamentos

Não existem medicamentos feitos diretamente para o tratamento da síndrome das pernas inquietas. No entanto, alguns remédios desenvolvidos para o tratamento de outras doenças têm se mostrado eficazes para o problema.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Referências

International Restless Legs Syndrome Study Group

Clínica Mayo

Manual Merck

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Gesika Amorim, médica especialista em Neurodesenvolvimento e Saúde Mental